Como Saber Qual Meu Orixa?

Como saber quem é o seu orixá?

Veja qual é o Orixá regente de cada signo. Antes de mais nada, é importante ressaltar que o Orixá do seu signo não necessariamente é seu Orixá cabeça. Para saber mais sobre a entendida que te protege, é necessário buscar um Pai de Santo e obter a resposta através dos búzios.

Como o orixá escolhe uma pessoa?

Os orixás A chegada dos escravos africanos ao Brasil foi responsável pela consolidação de uma nova experiência religiosa em nosso território. Contudo, ao contrário do que muitos chegam a imaginar, não podemos supor que esse movimento simplesmente instalou a mesma lógica e as mesmas divindades cultuadas no território africano.

  • Ao mesmo tempo em que alguns deuses ficaram para trás, outros foram criados para compor uma experiência singular.
  • Desse vasto panteão de divindades, os orixás se tornaram os mais conhecidos entre os praticantes e não praticantes das religiões de origem e influência africana.
  • Segundo os ensinamentos do candomblé, todas as pessoas são filhas de orixás.

Para que seja possível determinar a quais orixás um indivíduo pertence, ele precisa recorrer aos saberes oferecidos pelo jogo de búzios. O jogo de búzios consiste basicamente no lançamento de dezesseis conchas, também conhecidas como cauris, em uma peneira.

  • O pai de santo é o único capaz de realizar o lançamento das conchas e realizar a correta leitura da posição de cada búzio.
  • Além do jogo, os praticantes do candomblé também associam a pessoa ao seu orixá através das características físicas e psicológicas do praticante.
  • Segundo a crença, cada pessoa recebe a influência de dois orixás principais.

O primeiro é conhecido como o “orixá da frente” e o segundo como o “orixá de trás”, “segundo santo” ou “jutó”. Esse casal de divindades promove a proteção de seu seguidor e são reverenciados pelo pai de santo quando este toca a testa, para o orixá da frente, e a nuca para o orixá de trás.

Além dessas duas divindades, uma pessoa pode incorporar a proteção de outros deuses, completando o número máximo de sete orixás. Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 No conjunto das religiões afro-brasileiras, os orixás podem assumir diferentes nomenclaturas segundo a crença que o adota.

Na umbanda, os orixás não são diretamente incorporados pelas pessoas com aptidões mediúnicas. Geralmente, o orixá envia um representante, o falangeiro, que tem a função de repassar as ordens e orientações do orixá que o domina. Entre os mais conhecidos orixás podemos destacar as figuras de Exu, orixá mensageiro sem o qual nenhuma transformação acontece; Ogum, divindade que está correntemente associada às guerras e à agricultura; Oxossi, reconhecido como irmão de Ogum e associado à caça e proteção.

Como calcular seu odu de nascimento?

Para saber seu odu, é só somar sua data de. nascimento. Por exemplo, se você nasceu em.31/06/1965, é só somar 3+1+0+6+1+9+6+5=31.

Quantos orixás uma pessoa pode ter?

Segundo a crença, cada pessoa recebe a influência de dois orixás principais. O primeiro é conhecido como o ‘orixá da frente’ e o segundo como o ‘orixá de trás’, ‘segundo santo’ ou ‘jutó’.

Quem é o filho de Ogum?

A espiritualidade dos filhos de OGUM Mãe e Cigana Lira Ogum é um orixá representado pela figura de um guerreiro. Ele e considerado o orixá que possui a maior proximidade com seres humanos depois de Exú. Ogum é um temido guerreiro que sempre lutou sem parar contra todos que desafiassem ou procurassem pela sua fúria.

  • É também irmão amoroso e filho de Iemanjá, irmão mais velho de Exú, e Oxóssi, pelo qual sempre teve grande estima, ele que fez as suas próprias armas com as suas mãos.
  • O Orixá Ogum, rege o trono masculino da Lei e da Ordem em um dos 7 tronos sagrados na Umbanda, o polo magnético positivo é ocupado por Ogum e o polo magnético negativo feminino é ocupado por Iansã neste trono.

O elemento de Ogum é o ar, por tanto, na linha pura do ar elemental só temos Ogum e Iansã como regentes. Ogum é um aplicador da lei e age com a mesma flexibilidade rigidez e firmeza. Ele é correto em todas suas condutas e não admite que tenha outro caminho sem ser o certo.

  1. Onde estiver Ogum, lá estarão os olhos da Lei.
  2. Sincretismo Religioso No sincretismo religioso, Ogum representa São Jorge da Capadócia, região que é parte da Turquia.
  3. Jorge perdeu o pai militar numa batalha e, tendo muita habilidade com armas, entrou para o exército romano, recebendo o título de Conde da Capadócia e o cargo de Tribuno Militar.

Com o passar do tempo, Jorge converte-se ao cristianismo e levanta-se contra a proposta da corte de matar os Cristão. Revoltado o imperador Deocleciano, manda torturar várias vezes Jorge, na tentativa de ele desistir da fé cristã. Quando vê que ele resistiu a todas as torturas e não negou a Jesus, manda degolá-lo em 23 de abril de 303, data em que é comemorado o Dia de São Jorge, o Guerreiro da Capadócia.

  • Segundo uma lenda, existia um dragão com asas que comia pessoas da cidade, e envenenava milhares de pessoas somente com o seu hálito.
  • Para salvar uma donzela que ia ser oferecida ao dragão, Jorge parte com o seu cavalo branco e consegue matar o dragão com a sua espada.
  • Simbolicamente, esse dragão representa o mal, o ego humano que é destruído pela fé cristã.

Características de Ogum Ogum é um Orixá costumeiramente associado a guerra e ao fogo. Sendo geralmente representado sobre a figura de um guerreiro, Ogum estabelece um arquétipo de luta e conquista aos que dedicam a sua oração. O seu grau de importância é tamanho, pois ele é o Orixá que possui maior proximidade com seres humanos depois de Exu.

Conhecedor de segredos, ele sabe muito bem como fabricar os instrumentos necessários para a guerra e para o trabalho com a terra. Ele é a figura do comandante supremo, quem necessitar de proteção em momentos de perigo chame por Ogum, pois esse Orixá ferve o seu sangue no momento de batalha e lutará à sua frente com todas as suas forças.

Dia de Ogum O dia de comemoração a Ogum é em 23 de abril, data em que são Jorge foi degolado ao defender os cristãos em Roma. O dia específico para esse Orixá é terça-feira, as cores de Ogum são azul-escuro e verde. Em algumas qualidades também aparece com uso do vermelho.

  • As características dos filhos(as) de Ogum: Irritam-se facilmente; São muitos festeiros; Não se fixam em um lugar só; Tipo físico forte e musculoso – Embora essas características não se definam a todos – ; No amor são egoístas; São Valentes, Objetivos e Corajosos; Dão muito valor à liberdade; Têm raciocínio lógico e rápido; São Impulsivos; e na saúde desenvolvem problemas por causa dos nervos.
  • Como cuidar do Orixá Ogum?
  • O senhor que rege as leis prefere velas brancas, azuis ou vermelhas, cerveja, vinho licoroso e flores (em especial cravos) que devem ser colocados em campos, caminhos e encruzilhadas.
See also:  Quando Se Monta A Rvore De Natal?

Ficou curioso, quer saber mais, aprender mais? Procure a Mãe e Cigana Lira. ■ Mãe e Cigana Lira Tem 46 anos de espiritualidade. Tem o propósito de ajudar e orientar a todos que precisarem.

  1. E-mail: [email protected]
  2. YouTube: Espaço Místico Cigana Lira
  3. TikTok: @ciganalira
  4. @espacomistico
  5. Instagram: @ciganalira

: A espiritualidade dos filhos de OGUM

Como saber se você é filho de Ogum?

As Características Dos Filhos De Ogum São conquistadores, incapazes de fixar-se num mesmo lugar, gostando de temas e assuntos novos, conseqüentemente apaixonados por viagens, mudanças de endereço e de cidade. Um trabalho que exija rotina, tornará um filho de Ogum um desajustado e amargo.

  1. São apreciadores das novidades tecnológicas, são pessoas curiosas e resistentes, com grande capacidade de concentração no objetivo em pauta; a coragem é muito grande.
  2. Os filhos de Ogum custam a perdoar as ofensas dos outros.
  3. Não são muito exigentes na comida, no vestir, nem tão pouco na moradia, com raras exceções.

São amigos camaradas, porém estão sempre envolvidos com demandas. Divertidos, despertam sempre interesse nas mulheres, tem seguidos relacionamentos sexuais, e não se fixam muito a uma só pessoa até realmente encontrarem seu grande amor. São pessoas determinadas e com vigor e espírito de competição.

  • Mostram-se líderes natos e com coragem para enfrentar qualquer missão, mas são francos e, às vezes, rudes ao impor sua vontade e idéias.
  • Arrependem-se quando vêem que erraram, assim, tornam-se abertos a novas idéias e opiniões, desde que sejam coerentes e precisas.
  • As pessoas de Ogum são práticas e inquietas, nunca “falam por trás” de alguém, não gostam de traição, dissimulação ou injustiça com os mais fracos.

Veja a continuação do artigo na próxima página Nenhum filho de Ogum nasce equilibrado. Seu temperamento, difícil e rebelde, o torna, desde a infância, quase um desajustado. Entretanto, como não depende de ninguém para vencer suas dificuldades, com o crescimento vai se libertando e acomodando-se às suas necessidades.

  • Quando os filhos de Ogum conseguem equilibrar seu gênio impulsivo com sua garra, a vida lhe fica bem mais fácil.
  • Se ele conseguisse esperar ao menos 24 hs.
  • Para decidir, evitaria muitos revezes, muito embora, por mais incrível que pareça, são calculistas e estrategistas.
  • Contar até 10 antes de deixar explodir sua zanga, também lhe evitaria muitos remorsos.

Seu maior defeito é o gênio impulsivo e sua maior qualidade é que sempre, seja pelo caminho que for, será sempre um Vencedor. A sua impaciência é marcante. Tem decisões precipitadas. Inicia tudo sem se preocupar como vai terminar e nem quando. Está sempre em busca do considerado o impossível.

  • Ama o desafio.
  • Não recusa luta e quanto maior o obstáculo mais desperta a garra para ultrapassá-lo.
  • Como os soldados que conquistavam cidades e depois a largavam para seguir em novas conquistas, os filhos de Ogum perseguem tenazmente um objetivo: quando o atinge, imediatamente o larga e parte em procura de outro.

É insaciável em suas próprias conquistas. Não admite a injustiça e costuma proteger os mais fracos, assumindo integralmente a situação daquele que quer proteger. Sabe mandar sem nenhum constrangimento e ao mesmo tempo sabe ser mandado, desde que não seja desrespeitado.

Adapta-se facilmente em qualquer lugar.Come para viver, não fazendo questão da qualidade ou paladar da comida. Por ser Ogum o Orixá do Ferro e do Fogo seu filho gosta muito de armas, facas, espadas e das coisas feitas em ferro ou latão. É franco, muitas vezes até com assustadora agressividade. Não faz rodeio para dizer as coisas.

Não admite a fraqueza e a falta de garra. Veja a continuação do artigo na próxima página Têm um grave conceito de honra, sendo incapazes de perdoar as ofensas sérias de que são vítimas. São desgarrados materialmente de qualquer coisa, pessoas curiosas e resistentes, tendo grande capacidade de se concentrar num objetivo a ser conquistado, persistentes, extraordinária coragem, franqueza absoluta chegando à arrogância.

Quando não estão presos a acessos de raiva, são grandes amigos e companheiros para todas as horas. É pessoa de tipo esguio e procura sempre manter-se bem fisicamente. Adora o esporte e está sempre agitado e em movimento, tendem a ser musculosos e atléticos, principalmente na juventude, tendo grande energia nervosa que necessita ser descarregadas em qualquer atividade que não implique em desgastes físicos.

Sua vida amorosa tende a ser muito variada, sem grandes ligações fixas, mas sim superficiais e rápidas. Por Pai Pedro de Ogum : As Características Dos Filhos De Ogum

Quem é o orixá que vai reger 2023?

A cada começo de ano, lideranças das religiões de matriz africana são consultadas pela imprensa para informar qual Orixá regerá o novo ciclo que se inicia. Há quem compreenda que não haja um único Orixá para reger o ano de toda a humanidade e, sim, que cada casa religiosa tenha seu próprio regente, a partir dos caminhos traçados para a comunidade a cada ano. Tela Orixás (1962), de Djanira da Motta e Silva Imagem: Museu Nacional da República (MuN) Para 2023, Oxum, divindade das águas doces, protetora da fertilidade, da gestação e do poder feminino, apareceu em várias listas apresentadas pelos religiosos como a Orixá que reinará o ano.

Relacionada à beleza e à sensibilidade, Oxum é também a Deusa das Artes. Com um rico panteão de entidades que se manifestam no sagrado poder da natureza, não é necessário concentrar em apenas uma Orixá toda a dinâmica de um ano. Mesmo assim já se pode perceber, nos primeiros dias do ano novo, os sinais da energia transformadora associada à Oxum.

Em uma semana, 2023 já deu mostras do protagonismo das mulheres, especialmente na política e nas artes. Entre os muitos ensinamentos da mitologia africana preservada nos terreiros de Candomblé e Umbanda do Brasil, há uma história que revela o pioneirismo de Oxum em reivindicar o lugar da mulher na política.

Conta-se que, inconformada com a exclusividade dos deuses masculinos nas reuniões que decidiam os grandes rumos da humanidade, Oxum utilizou-se do seu poder encantado e decretou a suspensão da fertilidade no mundo: as mulheres não poderiam mais procriar, os animais ficaram inférteis, as plantas pararam de se reproduzir, tudo secou.

A vida somente voltou a ser gerada, quando os deuses masculinos mudaram suas atitudes, incluindo as orixás femininas no centro das decisões. Por isso, Oxum é considera a patrona da força política das mulheres. O Brasil de 2023 acordou ainda em êxtase com a festa da democracia vivenciada no domingo (1º) com a posse de Luiz Inácio Lula da Silva para seu terceiro mandato como presidente do Brasil.

Entre as oito pessoas escolhidas para subir a rampa com o novo presidente, representando brasileiros e brasileiras de diferentes origens, idades e ocupações, coube à mulher negra Aline Souza, 33, presidente da Rede Centcoop (Central das Cooperativas de Trabalho de Catadores de Materiais Recicláveis) do Distrito Federal, a tarefa de colocar a faixa presidencial em Lula.

See also:  Quanto Ganha Um Vigilante?

A diversidade de brasis que subiu a rampa junto com o presidente foi celebrada também no Festival do Futuro, com artistas apresentando as músicas das diversas regiões do país. Nas cerimônias de posse dos ministros do novo governo, que aconteceram ao longo da semana, a confirmação da mudança de rota: do Brasil negacionista, que apelidava dores de mimimi, para um país que assume suas desigualdades e diferenças, consciente de que as primeiras devem ser combatidas com políticas públicas e as segundas celebradas com respeito.

  • Ao longo da semana, em diferentes discursos, evidenciou-se as qualidades das mulheres escolhidas para compor o novo governo e a expectativa de que serão, finalmente, valorizadas essas contribuições das mulheres ao país.
  • Com um número recorde de mulheres na história, o governo Lula 3 conta com 11 ministras e duas mulheres à frente dos bancos estatais, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Na posse das ministras, falas fundamentais para a reconstrução da democracia e da cidadania brasileira. Elas estiveram em evidência, seja na recriação do Ministério da Cultura, tendo à frente a cantora e gestora cultural Margareth Menezes; No retorno do Brasil ao centro das discussões sobre a preservação ambiental, tendo Marina Silva de volta ao Ministério do Meio Ambiente, agora também das Mudanças Climáticas; E até nos primeiros embaraços da gestão, seja na fala da ministra do Planejamento Simone Tebet sobre a dificuldade de compor sua equipe com mulheres pretas, rapidamente contornada pela iniciativa da ministra da Promoção da Igualdade Racial, Anielle Franco que, cumprindo a finalidade da sua pasta, logo apresentou uma relação de pretas capacitadas e interessadas em discutir orçamento e gestão pública; Mas também na comprometedora relação com milicianos da ministra do Turismo, Daniela Carneiro, conhecida como Daniela do Waguinho, que exemplifica bem um questionável caminho ainda trilhado por muitas mulheres para adentrar na política partidária —o apadrinhamento de maridos ou pais, em um evidente comprometimento da autonomia feminina.

  1. Toda a programação para celebrar o novo governo, que animou a esperança de boa parte do país, incluindo a decisão pela subida coletiva da rampa e a representatividade dos cidadãos e cidadãs escolhidos passou pelo crivo da socióloga Janja Lula da Silva, a primeira-dama do país.
  2. As escolhas de Janja reforçaram o simbolismo de um tempo de mudança de rumos para a nação.

Desde a escolha do figurino, com o inédito conjunto de calça e terno com destaque para os bordados dourados nas cores de Oxum, passando pela celebração festiva com a diversidade das artes, e também pelos posicionamentos da primeira-dama, seja nas cerimônias de posse de alguns ministérios até o convite feito a uma emissora de televisão a visitar o Palácio do Alvorada, para denunciar o descuido da gestão anterior com o patrimônio brasileiro. Janja usou, na posse de Lula, um conjunto de seda com tingimento natural assinado por Helô Rocha em parceria com as bordadeiras de Timbaúba Imagem: Ricardo Stuckert A falta de conservação do Palácio do Alvorada, residência oficial do presidente da República, denunciada por Janja em entrevista à Globo News, soma-se ao desprezo pelo patrimônio também do Palácio do Planalto, local de trabalho do chefe do Poder Executivo do Brasil.

  • A convite da socióloga, a equipe de reportagem registrou a situação do Alvorada com infiltrações no teto, vidros rachados, piso de madeira com rachaduras, poltrona de couro e tapete rasgados, além de descaso com as obras de arte do Palácio —uma imagem sacra do século 19 foi encontrada no chão.
  • Durante a pose de Margareth Menezes, Janja da Silva já havia abordado a avaria sofrida pelo quadro ‘Orixás’, da pintora Djanira Silva.

Por ignorância, intolerância religiosa e desprezo pela arte brasileira, o quadro foi retirado pelo antigo governo do lugar de destaque que ocupava no Salão Nobre do Palácio do Planalto e substituído por uma réplica da tela “Pescadores” (1958), também de Djanira.

  • A primeira-dama falou de um furo feito de caneta na valiosa tela e prometeu que a obra vai voltar ao local que pertence, o Palácio do Planalto, junto a um trabalho de recomposição do acervo.
  • O desprezo contra o quadro de Djanira, com as Orixás femininas (yabás) Iansã, Nanã e Oxum (no centro da tela) revela o clima de fundamentalismo, intolerância religiosa e ataques às artes e à memória nacional vividos pelo país nos últimos anos.

É tempo de esperançar e o ano novo iniciou em um domingo, dia da semana dedicado aos Ibejis, divindades infantis cultuadas nas religiões de matriz africana e que representam a alegria, a inocência, a curiosidade e o apreço pelo novo contida na energia das crianças.

De todas as imagens que vimos nesta primeira semana do ano, não sairá das mentes esperançosas do Brasil, o pequeno Francisco Carlos do Nascimento, 10, ao lado no novo presidente, inspirando outros brasileiros de todas as idades ao interesse pela política, a se ocupar dos temas do Brasil e até a sonhar um dia vestir a faixa presidencial.

Eu tenho fé em Orixás, mas tem muita gente que não acredita nesta força sagrada que se expressa na natureza. Está tudo bem também, afinal as diferenças devem ser celebradas com respeito. Mas algo que precisamos concordar é na importância dos atos humanos, especialmente de pessoas em cargos políticos.

É possível incorporar um orixá?

‘ Na Umbanda, um médium pode incorporar um ‘santo’, ou orixá, que é uma divindade africana, ou uma ‘entidade’, que é um ente que já viveu em nosso plano’, descreve.

Quais são os 7 principais orixás?

Todo ser humano nasce sob a influência de um Orixá, e em sua vida terá as vibrações e a proteção dele. Simbolicamente, cada Orixá tem sua cor, pedra, dia da semana, dança, canto, saudação, etc., que são elementos que servem para representá-los de modo a serem mais bem compreendidos.

Como identificar uma filha de Oxum?

Filha de Oxum é vaidosa, valoriza muito o amor, seja o próprio ou por outras pessoas, exalam beleza e sensualidade, pois são seres honestos e dedicados. Herdando as características dessa poderosa orixá, as filhas ostentam carinho e calmaria, tendo assim muita sorte no amor. Vem entender mais o que é ser filha de Oxum.

Qual é o número de Ogum?

O número associado a Ogum é o sete, que ele divide com seu ir- mão, Exu. A diferença entre ele e o irmão é que Ogum não tem a dissi- mulação e o jogo de cintura tão ca- racterísticos de Exu.

Qual é o orixá mais forte?

Nas religiões de matriz africana, como o candomblé, Xangô é considerado o orixá da justiça, dos raios, do trovão e do fogo.

See also:  Onde Assistir A Fazenda?

Qual orixá mais comum?

1. Exu – (Fonte: UFG/Reprodução) Exu é o nome dado para o orixá mensageiro entre os homens e os deuses. É também o guardião dos templos, encruzilhadas, casas e cidades. Somente através dele que outros orixás podem ser invocados. Por ter personalidade atrevida e agressiva, costuma-se dizer que faz guerra para poder trazer a paz.

O que os filhos de Iemanjá não pode comer?

Assim como o pato para Yemanjá, os animais de caça são sagrados para Odé, e desta forma, também devem ser evitados por seus filhos.

Qual é o animal de Ogum?

Cachorro – o guardião, companheiro e amigo tem a proteção do Orixá Guerreiro Ogum. Papagaio – pelo seu rápido entendimento tem a proteção de Oxossi. Passarinhos – por seus encantos têm a proteção de Logun Edé.

Quem é protegido por Ogum?

Criado e revisado pelos nossos especialistas Ogum é uma divindade de origem africana (orixá) cultuado em religiões afro-brasileiras, como a umbanda e o candomblé. Ogum é o orixá guerreiro, conhecido pela sua coragem e força. Aliás, em iorubá, grupo étnico-linguístico da África Ocidental, Ogum significa guerra.

Ogum é senhor da metalurgia, tendo domínio sobre o ferro e o aço e todas as ferramentas feitas com esses materiais, como a lança, o martelo, a faca, a ferradura e a enxada. É um orixá associado à luta e também ao trabalho, patrono tanto dos militares quanto dos trabalhadores braçais (sobretudo os ferreiros).

Seu símbolo é a espada e suas cores são o vermelho (na umbanda), o azul, o branco e o verde (no candomblé). No sincretismo das religiões afro-brasileiras, Ogum é associado a São Jorge, o cultuado Santo Guerreiro da religião católica. Por isso, comemora-se o dia de Ogum no mesmo dia de São Jorge: 23 de abril, Ogum incorporado em terreiro de candomblé na cidade de Salvador, na Bahia. Embora não seja um orixá agrícola, Ogum tem uma conexão com o plantio e a colheita, porque foi ele quem fez as primeiras ferramentas utilizadas na agricultura, como a enxada e a foice. No sincretismo, São Jorge é associado a Ogum. Saiba o significado da expressão Salve Jorge,

Quem Ogum protege?

Protege os agricultores, os soldados, os artesãos e seus filhos e todas as pessoas que pedem a sua ajuda nas lutas, na justiça ou até mesmo por melhores condições de vida. Orixá do elemento terra, Ogum é pleno de energia e empreendedor e suas decisões são rápidas.

Como saber se você é filho de Ogum?

São conquistadores, incapazes de fixar-se num mesmo lugar, gostando de temas e assuntos novos, conseqüentemente apaixonados por viagens, mudanças de endereço e de cidade. Um trabalho que exija rotina, tornará um filho de Ogum um desajustado e amargo. São apreciadores das novidades tecnológicas, são pessoas curiosas e resistentes, com grande capacidade de concentração no objetivo em pauta; a coragem é muito grande.

  1. Os filhos de Ogum custam a perdoar as ofensas dos outros.
  2. Não são muito exigentes na comida, no vestir, nem tão pouco na moradia, com raras exceções.
  3. São amigos camaradas, porém estão sempre envolvidos com demandas.
  4. Divertidos, despertam sempre interesse nas mulheres, tem seguidos relacionamentos sexuais, e não se fixam muito a uma só pessoa até realmente encontrarem seu grande amor.

São pessoas determinadas e com vigor e espírito de competição. Mostram-se líderes natos e com coragem para enfrentar qualquer missão, mas são francos e, às vezes, rudes ao impor sua vontade e idéias. Arrependem-se quando vêem que erraram, assim, tornam-se abertos a novas idéias e opiniões, desde que sejam coerentes e precisas.

As pessoas de Ogum são práticas e inquietas, nunca “falam por trás” de alguém, não gostam de traição, dissimulação ou injustiça com os mais fracos. Veja a continuação do artigo na próxima página Nenhum filho de Ogum nasce equilibrado. Seu temperamento, difícil e rebelde, o torna, desde a infância, quase um desajustado.

Entretanto, como não depende de ninguém para vencer suas dificuldades, com o crescimento vai se libertando e acomodando-se às suas necessidades. Quando os filhos de Ogum conseguem equilibrar seu gênio impulsivo com sua garra, a vida lhe fica bem mais fácil.

Se ele conseguisse esperar ao menos 24 hs. para decidir, evitaria muitos revezes, muito embora, por mais incrível que pareça, são calculistas e estrategistas. Contar até 10 antes de deixar explodir sua zanga, também lhe evitaria muitos remorsos. Seu maior defeito é o gênio impulsivo e sua maior qualidade é que sempre, seja pelo caminho que for, será sempre um Vencedor.

A sua impaciência é marcante. Tem decisões precipitadas. Inicia tudo sem se preocupar como vai terminar e nem quando. Está sempre em busca do considerado o impossível. Ama o desafio. Não recusa luta e quanto maior o obstáculo mais desperta a garra para ultrapassá-lo.

  • Como os soldados que conquistavam cidades e depois a largavam para seguir em novas conquistas, os filhos de Ogum perseguem tenazmente um objetivo: quando o atinge, imediatamente o larga e parte em procura de outro.
  • É insaciável em suas próprias conquistas.
  • Não admite a injustiça e costuma proteger os mais fracos, assumindo integralmente a situação daquele que quer proteger.

Sabe mandar sem nenhum constrangimento e ao mesmo tempo sabe ser mandado, desde que não seja desrespeitado. Adapta-se facilmente em qualquer lugar.Come para viver, não fazendo questão da qualidade ou paladar da comida. Por ser Ogum o Orixá do Ferro e do Fogo seu filho gosta muito de armas, facas, espadas e das coisas feitas em ferro ou latão.

É franco, muitas vezes até com assustadora agressividade. Não faz rodeio para dizer as coisas. Não admite a fraqueza e a falta de garra. Veja a continuação do artigo na próxima página Têm um grave conceito de honra, sendo incapazes de perdoar as ofensas sérias de que são vítimas. São desgarrados materialmente de qualquer coisa, pessoas curiosas e resistentes, tendo grande capacidade de se concentrar num objetivo a ser conquistado, persistentes, extraordinária coragem, franqueza absoluta chegando à arrogância.

Quando não estão presos a acessos de raiva, são grandes amigos e companheiros para todas as horas. É pessoa de tipo esguio e procura sempre manter-se bem fisicamente. Adora o esporte e está sempre agitado e em movimento, tendem a ser musculosos e atléticos, principalmente na juventude, tendo grande energia nervosa que necessita ser descarregadas em qualquer atividade que não implique em desgastes físicos.

Como identificar uma filha de Oxum?

Filha de Oxum é vaidosa, valoriza muito o amor, seja o próprio ou por outras pessoas, exalam beleza e sensualidade, pois são seres honestos e dedicados. Herdando as características dessa poderosa orixá, as filhas ostentam carinho e calmaria, tendo assim muita sorte no amor. Vem entender mais o que é ser filha de Oxum.

Qual é o orixá do número 8?

Ejionilê – Wikipédia, a enciclopédia livre.