Qual O Dia Da Mulher?

O que se comemora no dia 08 de março?

No dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. A data celebra as muitas conquistas femininas ao longo dos últimos séculos, mas também serve como um alerta sobre os graves problemas de gênero que persistem em todo o mundo. O Dia Internacional da Mulher é comemorado mundialmente no dia 8 de março, porque em 8 de março de 1917 milhares de mulheres se reuniram no protesto na Rússia que ficou conhecido como “Pão e Paz”.

  • Nesse protesto, as mulheres reivindicaram melhores condições de trabalho e de vida, lutaram contra a fome e a Primeira Guerra Mundial (1914-1918).
  • A comemoração do Dia Internacional da Mulher frisa a importância da mulher na sociedade e a história da luta pelos seus direitos.
  • Origem e história do Dia Internacional da Mulher No dia 8 de março de 1917 cerca de 90 mil operárias russas percorreram as ruas reivindicando melhores condições de trabalho e de vida, ao mesmo tempo que se manifestavam contra as ações do Czar Nicolau II.

Esse evento, que deu origem ao Dia Internacional da Mulher, ficou conhecido como “Pão e Paz”. Isso porque as manifestantes também lutaram contra as dificuldades decorrentes da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Entretanto, ao longo da história, outros acontecimentos recordam a luta das mulheres, que faziam longas jornadas de trabalho, recebiam salários muito baixos e, além disso, não tinham direito ao voto.

  1. Anterior ao movimento das operárias russas, em 1908 houve uma greve das mulheres que trabalhavam numa fábrica de confecção de camisas chamada Triangle Shirtwaist Company, localizada em Nova York.
  2. Essas trabalhadoras costuravam cerca de 14 horas diárias e recebiam entre 6 e 10 dólares por semana.
  3. Assim, além de reivindicarem melhores condições de trabalho e diminuição da carga horária, as funcionárias buscavam aumento de salários.

Isso porque naquela época, os homens recebiam muito mais do que as mulheres. Em 28 fevereiro de 1909 aconteceu a primeira celebração das mulheres nos Estados Unidos. Esse evento surgiu inspirado na greve das operárias da fábrica de tecidos que ocorreu em 1908.

Em 1910, realizou-se na Dinamarca a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas. Na ocasião, Clara Zetkin, do Partido Comunista Alemão, propôs a criação de um dia dedicado às mulheres. No dia 25 de março de 1911 um incêndio na fábrica Triangle Shirtwaist Company matou 146 mulheres, dentre as 500 que trabalhavam lá – desse número, cerca de 20 eram homens.

A maioria das funcionárias que morreram eram imigrantes judias e algumas tinham apenas 14 anos. Vale notar que o local não estava preparado para um incêndio, visto que não possuía extintores, o sistema de iluminação era a gás e era permitido as pessoas fumarem.

  • Após o trágico incidente, a legislação de segurança para incêndios foi reformulada e as leis trabalhistas foram revisadas e muitas conquistas foram adquiridas.
  • Diante desse panorama, a criação de um dia dedicado à luta das mulheres foi sendo pensada.
  • Existem versões diferentes sobre a origem do Dia Internacional da Mulher.

Entretanto, tanto o protesto na Rússia como a greve nos Estados Unidos tinham um objetivo comum, que era alertar sobre o estado insalubre de trabalho que as mulheres estavam sujeitas. Além disso, em decorrência de um mal-entendido feito por jornais alemães e franceses, foi criado um mito em torno de uma greve ocorrida no dia 8 de março de 1857 que, na verdade, não ocorreu.

  1. Em homenagem à luta e às conquistas das mulheres, o Dia Internacional da Mulher foi definitivamente instituído pela ONU no ano de 1975, sendo que a escolha do dia 8 de março está relacionada com a greve das operárias russas de 1917.
  2. Lei Maria da Penha No geral, a história das mulheres esteve marcada pela submissão, bem como pela violência.

A despeito de hoje em dia a mulher ter alcançado muitos direitos, a luta ainda continua, visto que ainda sofrem com o preconceito, a desvalorização e o desrespeito. Maria da Penha, a farmacêutica responsável pela Lei que leva seu nome No Brasil, foi em 1932, no governo Getúlio Vargas, que as mulheres adquirem o direito ao voto.

Porque dia 8 de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher?

Dia Internacional da Mulher – A data foi oficializada em 1975, quando reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU). Nela é celebrado o engajamento na política e os avanços econômicos das mulheres na reivindicação por igualdade salarial. O 8 de março, além de homenagear as mulheres, é um momento de reflexão a respeito de como a sociedade as trata, tanto no convívio afetivo e social, como dentro de casa e no mercado de trabalho.

  • No Dia Internacional da Mulher e em todos os outros dias do ano a sociedade deve discutir, combater e falar sobre a violência de gênero, sobre o assédio e sobre os índices de feminicídio que aumentam a cada ano.
  • Este dia serve para enaltecer a luta das mulheres por direitos e dignidade, serve para repensar atitudes e lembrar às cidadãs e aos cidadãos que todo o dia é dia da mulher.

Texto: Luiza Sarubbi Revisão: Rogério Carlos Born Foto: iStock Tratamento de imagem: João M.R. Santana Secretaria de Comunicação: Marden Machado SECOM/TRE-PR Não compartilhe boatos! Acesse o Gralha Confere Siga-nos no Twitter, Instagram, SoundCloud, TikTok e LinkedIn Curta nossa página oficial no Facebook Acompanhe nossas galerias de fotos no Flickr Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Como é comemorado o Dia Internacional da Mulher?

No dia 8 de março de todos os anos é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Nesta data, é muito comum as mulheres ganharem presentes e flores, além de declarações que relembram a importância da valorização da mulher.

Qual vai ser o Dia da Mulher?

É celebrado em 08 de março o Dia Internacional da Mulher, data que acabou sendo símbolo das conquistas que as mulheres efetivaram no século XX. O Dia Internacional da Mulher foi oficializado em 8 de março pela ONU, em 1975. Ouça o texto abaixo!

O que se comemora no dia 8 de março de 2023?

É celebrado em 08 de março o Dia Internacional da Mulher, data que acabou sendo símbolo das conquistas que as mulheres efetivaram no século XX. O Dia Internacional da Mulher foi oficializado em 8 de março pela ONU, em 1975. Ouça o texto abaixo!

O que aconteceu no dia 8 de março de 1977?

Podcast Hoje na História: 1917 – Marcha na Rússia marca o Dia da Mulher 2021-03-08T13:30:00.000Z Em 1977, a ONU proclamou o 8 de março como o Dia Internacional pelos Direitos da Mulher e a Paz Internacional. A primeira convocatória, no entanto, foi no ano de 1911, na Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça.

O Dia Internacional da Mulher Trabalhadora, ou simplesmente Dia Internacional da Mulher, comemora a luta da mulher por sua participação na sociedade e em seu desenvolvimento integral como pessoa. A história das mulheres na antiguidade está em boa medida distorcida por quem as contava: os homens. Todavia, pode-se destacar a obra teatral Lisístrata de Aristófanes, ambientada na antiga Grécia, na qual se encontra uma referência literária da luta da mulher: a protagonista Lisístrata organiza uma greve sexual contra os homens para forçá-los a pôr fim à guerra.

See also:  Normandia Onde Fica?

A figura da astrônoma e matemática Hipatia de Alexandria (século 4-5 d.C.), assassinada brutalmente, também é tida como paradigma da mulher cientista e livre, ícone da liberdade de pensamento e da autonomia da mulher. Durante a Revolução Francesa a mulher tomaria pela primeira vez, coletivamente, consciência de sua situação social.

Marchando, junto aos homens, em direção a Versalhes, elas reivindicaram a igualdade social sob o lema liberdade, igualdade, fraternidade. Foram então levantados os primeiros pedidos formais de direitos políticos e cidadania para a mulher. A Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã, texto redigido em 1791 por Olympe de Gouges, copiava em boa medida a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão de 26 de agosto de 1789.

Em seus primórdios – final do século 18 e principio do século 19 –, o movimento operário mantinha uma posição tradicional de corte patriarcal com relação à igualdade da mulher. Seria em meados do século 19 que os movimentos reivindicatórios da mulher tomariam força: luta pelo sufrágio feminino, reivindicação de igualdade, denúncia da opressão social, familiar e laboral.

  1. Surgem então os chamados movimentos sufragistas, inicialmente de origem burguesa, com figuras como Flora Tristán.
  2. Os primeiros grupos feministas no movimento operário teriam como grande aliado teórico o livro de Friedrich Engels, publicado em 1884, A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado,

Surgiriam dentro dos movimentos anarquistas que reivindicavam desde o neomaltusianismo, a procriação consciente do proletariado, a separação entre sexualidade e reprodução, a defesa da maternidade livre, a liberação feminina, a liberdade sexual, a promoção da planificação familiar, o cuidado com as crianças bem como o uso e difusão de métodos contraceptivos artificiais.

Em 28 de fevereiro de 1909 se celebrou pela primeira vez nos Estados Unidos o Dia das Mulheres Socialistas após uma conclamação do Partido Socialista dos Estados Unidos. Em agosto de 1910 na Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, reunida em Copenhague, se reiterou a exigência do sufrágio universal para todas as mulheres e, por proposta de Clara Zetkin, foi proclamado o 8 de março como o Dia Internacional da Mulher Trabalhadora. Em consequência dessa decisão, o Dia Internacional da Mulher Trabalhadora foi celebrado pela primeira vez em 19 de março de 1911, em Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça, com atos públicos assistidos por mais de um milhão de pessoas, em que se exigiu para as mulheres o direito de voto e de ocupar cargos públicos, o direito ao trabalho, à formação profissional e a não discriminação laboral.

Em 8 de março de 1917 celebrou-se na Rússia, em Petrogrado e Moscou, uma série de atos e manifestações com motivo do Dia Internacional da Mulher que progressivamente alcançaram um forte tom político e econômico. Incidentes com donas de casa nas longas filas para conseguir pão se converteram em manifestações espontâneas contra a monarquia e a favor do fim da guerra.

Depois da Revolução de Outubro, a feminista Alexandra Kollontai conseguiu aprovar que o 8 de março fosse considerado feriado oficial na União Soviética, ainda que dia útil. Em 8 de maio de 1965, por decreto do Presidium do Soviet Supremo da União Soviética se declarou feriado não útil o Dia Internacional da Mulher Trabalhadora.

Em 1975 as Nações Unidas começaram a comemorar o 8 de março como Dia Internacional da Mulher. Em dezembro de 1977, a Assembleia Geral da ONU proclamou o 8 de março como Dia Internacional pelos Direitos da Mulher e da Paz Internacional. O Dia Internacional da Mulher adquiriu ao longo do século 20 uma dimensão global.

O movimento internacional em defesa dos direitos da mulher é crescente e respaldado pela ONU que celebrou 4 conferências mundiais sobre a mulher e contribuiu para que a comemoração do Dia Internacional da Mulher seja um ponto de convergência das atividades coordenadas em favor dos direitos da mulher e sua participação na vida política e econômica.

Continuar lendo este texto 2023-11-09T12:30:00.000Z Paris realiza uma conferência internacional nesta quinta-feira (09/11) para tentar desbloquear a ajuda humanitária a Gaza, quase impossível em meio aos incessantes bombardeios de Israel desde o ataque do Hamas de 7 de outubro.

  • Não estará representada no evento, promovido pelo presidente Emmanuel Macron, e a maioria dos países árabes não enviará representantes de alto escalão.
  • O chefe de Estado francês conversou na terça-feira (07/11) com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e voltará a falar com ele em breve, segundo informou a presidência francesa.

Também na terça, Macron conversou por telefone com o presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, e com o, cujos países desempenham um papel fundamental na entrega de ajuda na Faixa de Gaza, onde 2,4 milhões de palestinos estão isolados. Na conferência, a Autoridade Palestina será representada pelo seu primeiro-ministro e o Egito, que fiscaliza o único ponto de passagem para não controlado por Israel, em Rafah, enviará uma delegação ministerial.

O evento pretende, por um lado, chegar a um diagnóstico comum da situação e “mobilizar todos os parceiros e doadores para responder a estas necessidades”, segundo um conselheiro do presidente francês. Conforme o Ministério das Relações Exteriores francês, as discussões incluirão uma sessão sobre ajuda em termos de alimentos, equipamento médico e energia, “uma questão complicada porque Israel não quer que a gasolina entre na Faixa de Gaza”.

“É muito claro para o presidente que Israel tem o direito de se defender”, afirmou à AFP uma fonte próxima de Emmanuel Macron, mas “hoje, há vítimas demais em Gaza”. Uma segunda parte do encontro terá como foco as doações e um diálogo sobre o acesso humanitário ao território, que permanece extremamente complicado.

Que dia Internacional é hoje?

Hoje é o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Em que dia é comemorado o dia dos homens?

Neste 8 de março, é comemorado o Dia Internacional da M ulher, A data normalmente é atrelada a um incêndio em 1911 de uma fábrica têxtil em Nova York, EUA, em que 125 mulheres morreram. Mas as reivindicações pelos direitos das mulheres já existiam antes disso,

Em 1975, o Dia da Mulher foi oficializado pela ONU (Organização das Nações Unidas) para celebrar suas conquistas sociais e políticas, Por isso, o 8 de Março é fortemente ligado à busca por melhores condições de igualdade às mulheres em todo o mundo. “O Dia Internacional da Mulher é comemorado para dar visibilidade tanto para os direitos e conquistas já adquiridas, mas também para apontar as iniquidades que nós mulheres ainda temos”, afirma Margareth Goldenberg, psicóloga e gestora do Movimento Mulher 360.

No caso dos homens, até existe um dia para eles. No Brasil, a data é em 15 de julho, enquanto em outros países acontece em 19 de novembro. Mas o reconhecimento das opressões de gênero vividas pelas mulheres e a luta pela igualdade de direitos que diferenciam a relevância das datas.

  • A opressão que a gente, enquanto mulher, sofreu ao longo do desenvolvimento da civilização, faz com que seja necessário ter um dia específico para que possamos tanto comemorar avanços e apontar o que precisa ser acelerado “, diz Goldenberg.
  • Soraia Mendes, integrante do Comitê Latino-americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher (Cladem/Brasil), tem uma percepção parecida.

Ela explica que a história da humanidade, principalmente a partir da idade média, se desenvolveu em torno de sustentar o patriarcado, conceito que exprime a ideia de submissão total das mulheres aos homens. “É por isso que não temos um dia de celebração em relação aos homens e à masculinidade porque, em uma sociedade patriarcal, infelizmente se constrói uma masculinidade opressora, de imposição e de não permissão de avanço de direitos”, completa Mendes.

Ela ressalta que o Dia da Mulher não é necessariamente uma confrontação aos homens. Isso porque o feminismo não deve ser visto como um contraponto ao patriarcado ou ao machismo, Enquanto o movimento feminista busca a equidade entre os gêneros, a lógica patriarcal prega a dominação sobre as mulheres. “O machismo pressupõe a submissão, a violência, a construção de uma masculinidade opressora.

O feminismo é o contrário. Não é o ódio em relação aos homens”, diz Mendes. Dessa forma, o Dia da Mulher não deve ser encarado como um ataque à masculinidade. Na realidade, os homens podem utilizar essa data para repensar o papel que desempenham na sociedade e como podem auxiliar na superação das desigualdades de gênero,

See also:  Como Saber Quem Deixou De Seguir No Instagram?

Mendes explica que a ideia de mulheres submissas e de homens opressores, como ocorre no patriarcado, não é positiva nem para eles. “Alguns se satisfazem com isso, mas uma grande maioria, acredito eu, não quer viver dentro dessa lógica.” Se observada dessa forma, o 8 de Março é relevante para todas as pessoas independente do gênero, já que, antes de tudo, as reivindicações das mulheres objetivam um mundo mais igualitário,

“O dia em que tivermos uma sociedade feminista, todo mundo será mais feliz. As mulheres serão mais felizes e os homens também”, afirma Mendes.

O que se comemora no dia 08 de maio?

“Tudo o que fazemos vem do coração”: 08/5 – Dia Internacional da Cruz Vermelha | Biblioteca Virtual em Saúde MS O Dia Internacional da Cruz Vermelha é comemorado em 8 de maio, data que homenageia o nascimento de seu fundador, Henry Dunant, em 1828, na Suíça. Dunant foi um grande ícone do voluntariado mundial e recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1901. O objetivo da celebração é conscientizar sobre a importância da ajuda humanitária.

O conflito que incentivou Dunant a criar a instituição comunitária foi a Batalha de Solferino, na Itália, onde milhares de soldados foram feridos — evento que fez o filantropo abandonar a sua viagem de negócios para prestar atendimento às tropas. Esse foi o princípio de uma ação humanitária que logo se tornaria mundial.

Fundado em 8 de agosto de 1863, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho atuam em guerras e emergências, como pandemias, inundações e terremotos. É formado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e por 189 Sociedades Nacionais.

  • No Brasil, a Cruz Vermelha surgiu em 1907 por intermédio do Dr.
  • Joaquim de Oliveira Botelho, em parceria com diversos profissionais de saúde.
  • A sede da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) foi estabelecida em 1908, no Rio de Janeiro, tendo como primeiro presidente o Sanitarista Oswaldo Cruz.
  • Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi criado o grupo “Damas da Cruz Vermelha Brasileira”, composto por enfermeiras voluntárias da organização.

Para dar maior visibilidade ao projeto, em março de 1916 foi fundada a Escola de Enfermeiras, que é administrada pela Sede da CVB no Rio de Janeiro.

  • Embora tenha surgido para atender zonas de guerra, suas ações acontecem em mais de 192 países, reunindo quase 15 milhões de voluntários atuando em uma rede de assistência humanitária que protege pessoas em condições de emergência, momentos de crise, desastres ou qualquer condição de vulnerabilidade.
  • Seu objetivo é garantir a proteção dos seres humanos independentemente de sua crença, classe social, nacionalidade, ideologia, religião ou qualquer outro enquadramento social — por isso é considerada uma organização que preza pela neutralidade.
  • As ações da Cruz Vermelha são realizadas por voluntários que seguem sete princípios fundamentais:

– Humanidade : ajudar todas as pessoas feridas, dentro e fora dos locais de guerra, a fim de minimizar o sofrimento humano, garantir respeito e promover a paz entre os povos. – Imparcialidade: desconsiderar ideologias e nacionalidades ao prestar auxílio, que deve ser dado a todo e qualquer indivíduo da mesma forma e eficiência.

  1. Neutralidade : limitar a atuação somente à prestação de suporte médico e humanitário, não tomando parte ou opinião sobre qualquer aspecto dos fatos.
  2. Independência: conservar a autonomia da entidade diante das imposições e leis dos Estados, de modo a garantir sua independência governamental.
  3. Voluntariado: o trabalho exercido pelos membros da Cruz Vermelha deverá ser exclusivamente voluntário e desinteressado, ou seja, sem fins lucrativos.

– Unidade: a entidade não pode se dividir ou formar grupos incompatíveis entre si. Assim, cada país deve ter uma única sociedade associada à instituição. – Universalidade: a Cruz Vermelha deve atuar em todo o mundo em igualdade, sem restrições territoriais ou opção por determinadas regiões.

  1. A comemoração do Dia Internacional da Cruz Vermelha é um momento para comemorar o espírito humanitário e reconhecer os indivíduos que fazem a diferença em suas comunidades.
  2. Com o tema “Tudo o que fazemos vem do coração”, a campanha de 2023 pretende celebrar as pessoas em suas comunidades, “a pessoa ao lado”, que muitas vezes é a primeira a se levantar e apoiar os necessitados ao seu redor.
  3. Fontes :

: “Tudo o que fazemos vem do coração”: 08/5 – Dia Internacional da Cruz Vermelha | Biblioteca Virtual em Saúde MS

O que aconteceu no dia 8 de março de 1975?

O Dia Internacional da Mulher foi oficializado em 8 de março pela ONU, em 1975. Ouça o texto abaixo!

Porque hoje é o Dia do Homem?

Quando é comemorado o Dia do Homem? – A data da comemoração do Dia do Homem no Brasil é 15 de julho, Ela começou depois de uma proposta da Ordem Nacional dos Escritores (ONE), em 1992. Contudo, em diversos países, o Dia do Homem é comemorado em 19 de novembro, desde 1999 e está relacionado à campanha do Novembro Azul.

Que dia é dia dos homens 2023?

FERNANDES, Cláudio. ‘ 15 de Julho — Dia do Homem’; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-internacional-homem.htm. Acesso em 06 de novembro de 2023.

Tem feriado no mês de março de 2023?

O mês de março é marcado por datas como o aniversário do Rio de Janeiro, o Dia Internacional da Mulher e o início do outono. Para quem espera algum feriado para descansar, terá que esperar a chegada de abril. O terceiro mês do ano não tem nenhum feriado nacional em seu calendário,

  1. Entre as principais comemorações do mês está o Dia Internacional da Mulher,
  2. Oficializada pelas Organização das Nações Unidas em 1975, a data é comemorada desde do início do século 20.
  3. Ao longo da história, grupos feministas tentaram instituir um dia em homenagem às mulheres.
  4. Já no século 19, quando trabalhadoras enfrentavam longas jornadas de trabalho, organizações que defendiam os diretos das mulheres apresentavam argumentos para que a data fosse criada.

Continua após a publicidade Março marcará o fim do verão e o início do outono. A estação que fica entre o verão e inverno tem como caraterística clima ameno e tendência para mudanças bruscas de temperatura. É comum a queda de folhas e frutos de algumas espécies botânicas.

See also:  Como Colocar No CurrCulo Que Ainda Estou Trabalhando?

Quando foi decidido que o dia 8 de março?

Em 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o dia 8 de março passaria a ser celebrado como o Dia Internacional da Mulher, em homenagem àquelas tecelãs que morreram em 1857.

O que aconteceu no dia 7 de março?

Prefeitura celebra o Dia Internacional da Mulher com eventos sociais e culturais em todas as regiões da cidade.

O que é comemorado no dia 8 de junho?

06/06/2023 Comemorado em 8 de junho, o Dia Mundial dos Oceanos é uma data que incentiva a sociedade a refletir sobre a importância da conservação das águas marinhas do planeta. O Dia dos Oceanos foi celebrado pela primeira vez durante a Rio 92. Na época, foi inspirado por um evento organizado no mesmo dia pelo Instituto dos Oceanos do Canadá e apoiado pelo Governo Canadense: “Oceans Day At Global Forum – The Blue Planet”,

  1. Em 2008, a Assembleia Geral da ONU decidiu que, a partir de 2009, o dia 8 de junho seria designado oficialmente como Dia Mundial dos Oceanos.
  2. Os oceanos cobrem mais de 70% da superfície da Terra e contêm 97% da água de todo o planeta.
  3. As águas salgadas abrigam uma biodiversidade com quase 200 mil espécies identificadas.

Eles são parte essencial para promover a regulação climática do planeta, pois absorvem cerca de 30% do dióxido de carbono produzido pelos seres humanos. Além disso, aproximadamente 3 bilhões de pessoas no mundo todo dependem dos mares como fonte de alimento.

Mesmo com toda sua importância para o meio ambiente e para a economia mundial, os oceanos estão sendo degradados. Atualmente, há estudos que mostram que, aproximadamente, 13 toneladas de plástico chegam ao oceano todos os anos. Muitas vezes, esse plástico é ingerido pela fauna marinha, como peixes e tartarugas, e outros animais como as aves que se alimentam dos peixes, provocando a morte de 100 mil animais marinhos por ano, além de outros danos.

Segundo dados divulgados pela ONU, a estimativa é que em 2050 a quantidade de plásticos na água supere a de peixes. E não é só plástico que degrada os oceanos. Além de diversos outros tipos de poluentes, há também o perigo da pesca ilegal, que põe em risco a reprodução e a conservação das espécies.

Diante dessa situação alarmante, a ONU declarou o período entre 2021 e 2030 como a Década dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável. A meta é mobilizar cientistas, políticos, empresas e sociedade civil para a pesquisa e inovação para promover a conservação dos recursos naturais do globo. Segundo a ONU, esta década deverá facilitar a comunicação e o aprendizado mútuo entre as comunidades de pesquisa e partes interessadas.

Ou seja, é um momento muito propício para fortalecer as ações de Educação Ambiental relacionadas aos oceanos. Na Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, além dos controles de balneabilidade realizados desde a década de 1980, pela CETESB, atualmente têm sido realizados estudos para elaborar um plano estadual de combate ao lixo no mar.

Qual é o objetivo da comemoracao do Dia da Árvore?

Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação das árvores e seu papel fundamental para a vida no planeta, em 21 de setembro é comemorado o Dia da Árvore no Brasil.

O que se comemora no dia 08 de maio?

“Tudo o que fazemos vem do coração”: 08/5 – Dia Internacional da Cruz Vermelha | Biblioteca Virtual em Saúde MS O Dia Internacional da Cruz Vermelha é comemorado em 8 de maio, data que homenageia o nascimento de seu fundador, Henry Dunant, em 1828, na Suíça. Dunant foi um grande ícone do voluntariado mundial e recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1901. O objetivo da celebração é conscientizar sobre a importância da ajuda humanitária.

  1. O conflito que incentivou Dunant a criar a instituição comunitária foi a Batalha de Solferino, na Itália, onde milhares de soldados foram feridos — evento que fez o filantropo abandonar a sua viagem de negócios para prestar atendimento às tropas.
  2. Esse foi o princípio de uma ação humanitária que logo se tornaria mundial.

Fundado em 8 de agosto de 1863, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho atuam em guerras e emergências, como pandemias, inundações e terremotos. É formado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e por 189 Sociedades Nacionais.

  • No Brasil, a Cruz Vermelha surgiu em 1907 por intermédio do Dr.
  • Joaquim de Oliveira Botelho, em parceria com diversos profissionais de saúde.
  • A sede da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) foi estabelecida em 1908, no Rio de Janeiro, tendo como primeiro presidente o Sanitarista Oswaldo Cruz.
  • Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) foi criado o grupo “Damas da Cruz Vermelha Brasileira”, composto por enfermeiras voluntárias da organização.

Para dar maior visibilidade ao projeto, em março de 1916 foi fundada a Escola de Enfermeiras, que é administrada pela Sede da CVB no Rio de Janeiro.

  • Embora tenha surgido para atender zonas de guerra, suas ações acontecem em mais de 192 países, reunindo quase 15 milhões de voluntários atuando em uma rede de assistência humanitária que protege pessoas em condições de emergência, momentos de crise, desastres ou qualquer condição de vulnerabilidade.
  • Seu objetivo é garantir a proteção dos seres humanos independentemente de sua crença, classe social, nacionalidade, ideologia, religião ou qualquer outro enquadramento social — por isso é considerada uma organização que preza pela neutralidade.
  • As ações da Cruz Vermelha são realizadas por voluntários que seguem sete princípios fundamentais:

– Humanidade : ajudar todas as pessoas feridas, dentro e fora dos locais de guerra, a fim de minimizar o sofrimento humano, garantir respeito e promover a paz entre os povos. – Imparcialidade: desconsiderar ideologias e nacionalidades ao prestar auxílio, que deve ser dado a todo e qualquer indivíduo da mesma forma e eficiência.

Neutralidade : limitar a atuação somente à prestação de suporte médico e humanitário, não tomando parte ou opinião sobre qualquer aspecto dos fatos. – Independência: conservar a autonomia da entidade diante das imposições e leis dos Estados, de modo a garantir sua independência governamental. – Voluntariado: o trabalho exercido pelos membros da Cruz Vermelha deverá ser exclusivamente voluntário e desinteressado, ou seja, sem fins lucrativos.

– Unidade: a entidade não pode se dividir ou formar grupos incompatíveis entre si. Assim, cada país deve ter uma única sociedade associada à instituição. – Universalidade: a Cruz Vermelha deve atuar em todo o mundo em igualdade, sem restrições territoriais ou opção por determinadas regiões.

  1. A comemoração do Dia Internacional da Cruz Vermelha é um momento para comemorar o espírito humanitário e reconhecer os indivíduos que fazem a diferença em suas comunidades.
  2. Com o tema “Tudo o que fazemos vem do coração”, a campanha de 2023 pretende celebrar as pessoas em suas comunidades, “a pessoa ao lado”, que muitas vezes é a primeira a se levantar e apoiar os necessitados ao seu redor.
  3. Fontes :

: “Tudo o que fazemos vem do coração”: 08/5 – Dia Internacional da Cruz Vermelha | Biblioteca Virtual em Saúde MS

O que se comemora no dia 09 de março?

9 de março – Dia Mundial do DJ : ele merece a homenagem!