Quem O Autor Do Texto?

Quem é o autor de um texto?

Autoria Chamamos de autor a pessoa que escreve uma obra escrita, seja ela uma história, um livro, uma música, um texto científico, etc. Quando a pessoa escreve, ela faz uma definição de alguma coisa, à sua maneira de ver ou perceber um assunto. Por isso, ninguém consegue escrever as mesmas coisas, usando as mesmas palavras que o outro.

  • Isso é impossível.
  • Muitas pessoas são desonestas, e têm o hábito de copiar o que os outros escrevem, dizendo que eles são os autores daquilo.
  • Isso é errado, pois se não foi ele quem criou, não tem o direito de pegar para si a ideia de outra pessoa.
  • Para que isso não aconteça, existem leis que protegem os autores, punindo as pessoas que copiam textos, músicas, ideias ou histórias alheias.

Ao fazer uma pesquisa na internet, jamais copie um texto. Leia-o e escreva-o da sua maneira, usando as suas próprias palavras, pois assim não estará usando aquilo que é de outra pessoa, mas construindo sua própria opinião. Os professores conhecem quando os alunos copiam textos. CDs piratas não pagam direitos autorais Os autores vivem de suas invenções, ganham dinheiro vendendo suas ideias. Isso acontece na música, na literatura, em obras de teatro, nas ciências, na tecnologia, etc. Eles possuem “direitos autorais” sobre aquilo que inventaram.

Se fizermos uso das invenções dos outros, sem a devida autorização do autor, teremos que pagar pelos seus “direitos autorais”, em razão do uso de uma coisa que não nos pertence. Por Jussara de Barros Pedagoga Equipe Escola Kids

: Autoria

O que é para o autor do texto o que é a história?

A História é o estudo das ações humanas no passado e no presente, ou como defende o grande historiador Marc Bloch, a ‘ciência dos homens no tempo’. Fazer perguntas sobre a vida humana e buscar respostas para elas é o trabalho do historiador.

Quem é o autor de um livro?

O que é um autor? – De acordo com o dicionário formal, autor pode ser definido como: Algo que dá origem a outra coisa; que é a causa de; agente. / Aquele que cria, inventa, dá origem a algo; inventor, descobridor.  E é isso mesmo. O autor é aquele que escreve e publica seus livros, despertando assim o desejo e interesse de leitores por sua obra, e passa a ser reconhecido no mundo literário,

  1. Ou seja, além do interesse pela escrita, também há um interesse mercadológico.
  2.  Dessa forma, os autores esperam que as suas publicações sejam transformada em qualquer tipo de mídia,
  3. Seja em um próprio livro em si, ou séries, filmes, etc.
  4.  O autor possui a necessidade de transmitir a sua ideia, ela não precisa ficar apenas para si.

Por isso, são tão preocupados em narrativas e também em seguir um, São os famosos,  No Brasil, temos vários exemplos de autores, como: Monteiro Lobato, Érico Veríssimo,, entre tantos outros. Já a nível internacional, podemos citar: J.K. Rowling, Agatha Christie.

O que é ser um autor?

Autor – Wikipédia, a enciclopédia livre Nota: Para outros significados, veja,

Este artigo carece de de acordo com o, Sinta-se livre para editá-lo(a) para que este(a) possa atingir um, ( Setembro de 2022 )

table>

Esta página, mas que todo o conteúdo, Ajude a, Conteúdo não pode ser,— Encontre fontes: • • ( • • ) ( Setembro de 2022 )

foi um proeminente autor em vários gêneros, incluindo ficção e jornalismo, durante o século XIX., uma das autoras mulheres mais influentes do século XX. Autor (do latim auctor, derivado do verbo augeo, ‘aumentar’) é aquele que cria, causa ou dá origem a alguma coisa, especialmente obra literária, artística ou científica.

É diferente de, Na, o autor é uma das entidades da, Roland Barthes escreve, em seu ensaio “Morte do Autor” (1968), que “é a língua que fala, não o autor”. As palavras e a linguagem de um texto determinam e expõem o significado para Barthes, e não para alguém que tenha responsabilidade legal pelo processo de sua produção.

Cada linha de texto escrito é um mero reflexo de referências de qualquer uma das muitas tradições, ou, como Barthes coloca, “o texto é um tecido de citações retiradas dos inúmeros centros de cultura”; nunca é original. Com isso, a perspectiva do autor é retirada do texto, e os limites anteriormente impostos pela ideia de uma voz autoral, um sentido último e universal, são destruídos.

A explicação e o significado de uma obra não precisam ser buscados naquele que a produziu, “como se sempre fosse no final, através da alegoria mais ou menos transparente da ficção, a voz de uma única pessoa, o autor ‘confiando’ em nós”. A psique, a cultura, o fanatismo de um autor podem ser desconsiderados quando se interpreta um texto, porque as próprias palavras são suficientemente ricas com todas as tradições da linguagem.

Para expor significados em um trabalho escrito sem apelar para a celebridade de um autor, seus gostos, paixões, vícios, é, para Barthes, permitir que a linguagem fale, ao invés de autor. Michel Foucault argumenta em seu ensaio “O que é um autor?” (1969) que todos os autores são escritores, mas nem todos os escritores são autores.

  1. Ele afirma que “uma carta particular pode ter um signatário – ela não tem um autor”.
  2. Para um leitor atribuir o título de autor a qualquer trabalho escrito é atribuir certos padrões ao texto que, para Foucault, está trabalhando em conjunto com a ideia de “a função de autor”.
  3. A função de autor de Foucault é a ideia de que um autor existe apenas em função de um trabalho escrito, uma parte de sua estrutura, mas não necessariamente parte do processo interpretativo.

O nome do autor “indica o status do discurso dentro de uma sociedade e cultura”, e em algum momento foi usado como uma âncora para interpretar um texto, uma prática que Barthes argumentaria não ser um esforço particularmente relevante ou válido. Expandindo a posição de Foucault, Alexander Nehamas escreve que Foucault sugere que “um autor é quem pode ser entendido como tendo produzido um texto em particular como o interpretamos”, não necessariamente quem escreveu o texto.

  • É essa distinção entre produzir uma obra escrita e produzir a interpretação ou o significado em uma obra escrita na qual tanto Barthes quanto Foucault estão interessados.
  • Foucault alerta para os riscos de manter o nome do autor em mente durante a interpretação, porque poderia afetar o valor e significado com o qual se lida com uma interpretação.

Os críticos literários Barthes e Foucault sugerem que os leitores não devem confiar ou procurar a noção de uma voz abrangente ao interpretar um trabalho escrito, devido às complicações inerentes ao título de autor de um escritor. Eles advertem sobre os perigos que as interpretações podem sofrer ao associar o assunto de palavras e linguagem inerentemente significativas à personalidade de uma voz autoral.

  • Em vez disso, os leitores devem permitir que um texto seja interpretado em termos da linguagem como “autor”.
  • A Escrita,
  • Escrever significa revelar-se ao excesso,
  • É por isso que nunca se pode ficar sozinho quando se escreve, porque mesmo a noite não é noite suficiente.
  • Tenho pensado muitas vezes que o melhor modo de vida para mim seria sentar-me no cômodo mais recôndito de um espaçoso porão trancado com minhas coisas de escrita e uma lâmpada.
See also:  Quem Ganhou O Big Brother?

Comida seria trazida e sempre colocada longe do meu quarto, do lado de fora da porta mais externa da adega. A caminhada até a minha comida, no meu roupão, através dos porões abobadados, seria meu único exercício. Eu então voltava para a minha mesa, comia devagar e com deliberação, depois começava a escrever de novo imediatamente.

Onde fica o nome do autor do texto?

O nome do(s) autor(es) deve constar na parte superior, centralizado e em itálico, e a instituição à qual ele(s) pertence(m) entre parênteses. Após três espaços, vem o título do trabalho em negrito, também centralizado. Tanto a autoria quanto o título devem estar em Times New Roman, tamanho 12.

Quem é o autor ou autora do texto?

Autoria Chamamos de autor a pessoa que escreve uma obra escrita, seja ela uma história, um livro, uma música, um texto científico, etc. Quando a pessoa escreve, ela faz uma definição de alguma coisa, à sua maneira de ver ou perceber um assunto. Por isso, ninguém consegue escrever as mesmas coisas, usando as mesmas palavras que o outro.

  • Isso é impossível.
  • Muitas pessoas são desonestas, e têm o hábito de copiar o que os outros escrevem, dizendo que eles são os autores daquilo.
  • Isso é errado, pois se não foi ele quem criou, não tem o direito de pegar para si a ideia de outra pessoa.
  • Para que isso não aconteça, existem leis que protegem os autores, punindo as pessoas que copiam textos, músicas, ideias ou histórias alheias.

Ao fazer uma pesquisa na internet, jamais copie um texto. Leia-o e escreva-o da sua maneira, usando as suas próprias palavras, pois assim não estará usando aquilo que é de outra pessoa, mas construindo sua própria opinião. Os professores conhecem quando os alunos copiam textos. CDs piratas não pagam direitos autorais Os autores vivem de suas invenções, ganham dinheiro vendendo suas ideias. Isso acontece na música, na literatura, em obras de teatro, nas ciências, na tecnologia, etc. Eles possuem “direitos autorais” sobre aquilo que inventaram.

Se fizermos uso das invenções dos outros, sem a devida autorização do autor, teremos que pagar pelos seus “direitos autorais”, em razão do uso de uma coisa que não nos pertence. Por Jussara de Barros Pedagoga Equipe Escola Kids

: Autoria

Quem é o autor de uma história?

Autor é quem cria a história.

Qual o objetivo de um autor ao escrever um texto?

Com base na sua leitura, explique qual é o objetivo do autor ao escrever o texto e como você chegou a essa conclusão. Dê exemplos retirados do próprio texto para embasar sua resposta. – Gabarito: O objetivo do autor ao escrever um texto é transmitir uma mensagem ou informação.

Para identificar esse objetivo, é crucial analisar as ideias principais, a escolha das palavras e a estrutura do texto. Elementos como argumentos, exemplos e opiniões também podem fornecer pistas. Se o texto utiliza linguagem formal e argumentos, o objetivo pode ser persuadir o leitor. Se a linguagem é descontraída e traz exemplos, o objetivo pode ser informar ou entreter.

Assim, é importante prestar atenção em como o autor se comunica e nas ideias apresentadas para compreender seu objetivo. Primeiro Contato com o Texto

Qual é a ideia principal do texto?

Língua Portuguesa: Como identificar a ideia central do texto

  • Esta proposta de atividade de Língua Portuguesa e Geografia é destinada a estudantes da 3ª série da Educação de Jovens e Adultos – EJA.
  • Nesta atividade você aprenderá a identificar a ideia central de um texto. Para que isso ocorra é preciso saber que:
  • O texto é um conjunto de ideias,
  • Para que o texto exista é preciso de alguém que o escreva e de alguém que o leia e interprete.
  • Em um texto existe uma ideia central e outras ideias secundárias que apoiam a ideia central, como: dados, explicações, causas e consequências).
  • A ideia central de um texto é aquela que permanece do início ao fim,
  • O título costuma auxiliar na identificação da ideia central.
  • Geralmente o texto também oferece pistas sobre a ideia principal.
  • Vamos responder algumas questões?

Fonte: – acessado em 29/09/2022. Questão 1 Leia o texto, identifique a ideia central e indique a alternativa correta. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Meia-Ponte

  1. A) O rio Meia Ponte é um curso de água que banha o estado de Goiás.
  2. B) A poluição do rio Meia Ponte.
  3. C) A importância do rio Meia Ponte para o estado de Goiás.
  4. D) Parte da população quer a despoluição do rio Meia Ponte.
  5. Questão 2
  6. Leia outro trecho do texto sobre o rio Maia Ponte e identifique a ideia central.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Meia-Ponte Questão 3 Leia novamente o trecho acima, desta vez identificando as ideias secundárias do texto. Anote em seu caderno. Questão 4 Em sua opinião, como o poder público e a população de Goiás podem contribuir para a despoluição do Rio Meia Ponte? Faça uma lista das ações que você pensou e compartilhe com seus colegas.

  • Acesse os materiais referentes a essa atividade ( slides e atividade 12 para impressão) clicando aqui :
  • Saiba Mais
  • Para revisar o que foi trabalhado nesta atividade, assista ao vídeo a seguir.

Fonte: vídeo disponível em https://youtu.be/i5CnzLA2WWU

Componentes Curriculares Língua Portuguesa e Geografia
Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento (EAJALP0349) Identificar a ideia principal do texto. (EAJAGE0316) Perceber a riqueza hídrica do estado de Goiás e em seu município, identificando seus principais componentes hidrográficos e suas vulnerabilidades.

Língua Portuguesa: Como identificar a ideia central do texto

Onde fica o autor do livro?

A folha de rosto contém o nome do autor, título da obra e demais dados que caracterizam a edição, como o nome do tradutor e a editora.

O que é um autor leitor?

A leitura com foco na interação autor-texto-leitor Nesta concepção, autor e leitor são sujeitos ativos que dialogam, que se constroem e são construídos no texto, que é considerado o próprio lugar da interação e da constituição dos interlocutores (BAKHTIN, 2003; GERALDI, 1993; KOCH & ELIAS, 2006).

Qual é a importância de um autor?

Importância do Escritor O escritor mostra o outro lado da moeda, possibilitando que as pessoas conheçam uma situação ou problema de uma forma completa. Os escritores exploram a palavra, dando a ela vários significados e sentidos. Se não houvesse escritor, como você definiria o amor ou a paz? São eles que dão valor e sentido às palavras, fazendo com que elas sejam vistas além de sua forma literal.

  • Eles são aqueles que lhes deram vida, expressando-as.
  • Para compreender melhor qual é a importância do escritor para a sociedade, de uma forma geral, continue a leitura.
  • Combinado? Cultura Uma das principais contribuições dos escritores para a sociedade é no campo da cultura.
  • A cultura, para quem ainda tem dúvidas, pode ser compreendida como o comportamento, tradição e conhecimento de um determinado grupo social, incluindo comida típica, arte, vestimenta, religião, idioma e inúmeros outros aspectos.
See also:  Qual O Melhor AntibiTico Para Sinusite?

Nesse sentido, podemos dizer que é, de certo modo, a cultura que define a identidade de um grupo social. A população brasileira, por exemplo, é conhecida como? Pelos livros, como um povo cordial, no sentido de que é acolhedor. Além disso, o país é conhecido pela sua diversidade cultural.

  1. E quem você acha que foi que ressaltou a diversidade cultural do Brasil? Os escritores! Assim, pode-se afirmar que os escritores colaboram significativamente para a formação da cultura de um lugar, seja um grupo socialmente menor, uma cidade, estado, região ou país.
  2. Um exemplo de escritor que podemos dar nessa direção é Darcy Ribeiro, que produziu o livro O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil.

É uma obra complexa, que aborda o jeitinho de ser brasileiro. Além de escritor, o autor era também historiador, sociólogo e político brasileiro. Educação Os escritores não apenas contribuem para a formação cultural de um local, mas também para o processo de aprendizagem das pessoas.

Afinal, muitos dos livros produzidos pelos escritores são utilizados em sala de aula para se discutir aspectos relacionados ao Brasil e a outros países. Um exemplo é a obra que citamos anteriormente. A obra de Darcy Ribeiro não apenas revela aspectos econômicos do Brasil, mas também elementos relacionados à sua cultura.

Assim, por meio de sua obra, podemos compreender melhor o que é ser brasileiro. Certamente, a obra acima é apenas um exemplo, o que significa dizer que inúmeras outras obras são utilizadas no processo educacional da população, seja na literatura, seja em história, geografia, entre outros campos de conhecimento.

  1. Economia Por fim, podemos dizer que os escritores são a base de uma economia, qual seja, a dos livros.
  2. Ainda hoje, mesmo com o avanço da transformação digital, pode-se encontrar várias livrarias incríveis.
  3. De modo indireto, os escritores contribuem para o desenvolvimento da economia.
  4. Além disso, é um setor que gera milhares de empregos.

Diante do exposto, não há dúvidas de que o escritor é uma peça-chave para o desenvolvimento cultural, educacional e econômico de um país. Você gostou deste conteúdo? Esperamos que sim. Você pode ler outros como este acompanhando as publicações em nosso blog.

Quem é o principal autor de um artigo?

Autor principal: Também é chamado de ‘primeiro autor’ e é aquele que realiza a pesquisa, bem como escreve e edita o artigo. Co-autor: É quem colabora com o autor principal e contribui para o trabalho no artigo.

Como saber quem é o autor de um artigo?

Citando no formato ” et al ” no corpo do texto – Como pede a regra, no corpo do texto mencionamos o último sobrenome do primeiro autor da produção, seguido pela expressão ” et al ” e o ano da publicação. Se você observar este material como um todo, notará que ele possui uma série de sobrenomes que aparecem entre parênteses.

Ao manusear esse texto, notará que todas as informações encontram-se embasadas. Por exemplo, um trecho aponta que “a obesidade é uma epidemia em ascensão e, dessa forma, facilita o desenvolvimento de comorbidades, como diabetes e hipertensão arterial sistêmica”. Esta informação foi retirada de uma fonte específica, identificada como RODRIGUES et al.2017.

O processo indica que DENDASCK et al, 2021 retiraram do texto de RODRIGUES et al, 2017 a afirmação de que a obesidade possui essas características. Assim sendo, quando retornar ao seu texto, poderá citar esta fonte.

Como citar o autor?

Citação Direta –

Deve conter o ano de publicação e a página que o texto foi extraído.Se você primeiro citar a frase entre aspas, a referência do autor deve apresentar-se na ordem: (SOBRENOME DO AUTOR, ano, página). Lembre-se: sobrenome do autor em caixa alta.Se você primeiro referenciar o autor, para depois fazer a citação, use: Sobrenome (ano, número da página). Lembre-se: apenas a primeira letra do sobrenome em maiúscula.Se a citação tiver algum termo entre aspas ” “, coloque-o entre aspas simples, já que a citação em si (a frase toda) apresenta-se entre aspas duplas.

Como citar 1 autor no texto?

2. Citação indiretas – Assim como nas citações diretas, as referências da citação indireta também devem ser descritas no trabalho. A diferença é que deve-se citar o último nome do autor do texto. O ano de publicação da obra e o número da página é opcional e raramente usado, as aspas ou o recuo também não são usados.

Ao fazer citação de uma obra com apenas um autor você deve citar o último sobrenome, seguido do ano da publicação, tudo isso entre parênteses, logo depois do término da ideia. Separamos abaixo, alguns exemplos de como citar e referências suas citações: Pode-se dizer que a musicalidade é um dos traços mais característicos dos brasileiros (Menezes, 2009).

Assim, para Menezes (2009), a musicalidade é um dos traços mais característicos dos brasileiros.

Como citar o autor de um livro?

SOBRENOME DO AUTOR, Nome do autor. Título da Obra. Número da edição.ed. Cidade: Editora, ano.

O que é autor e narrador?

Foco narrativo – Uma história pode ser narrada de diferentes perspectivas, isto é, de distintos pontos de vista. O narrador pode fazer parte da trama e, assim, expor sua visão particular dos fatos, mas pode também estar de fora, apenas como um observador dos acontecimentos ou mesmo detentor de um conhecimento prévio acerca do enredo.

  1. Essas diferentes maneiras de narrar-se uma história chamamos de foco narrativo,
  2. Desse modo, a escolha do foco narrativo determina os rumos da narrativa,
  3. Assim, decidir que tipo de narrador fará o relato dos fatos é uma das primeiras preocupações do criador da obra, ou seja, o autor.
  4. Aliás, é importante ressaltar que autor e narrador são seres distintos.

O autor ou autora é um ser real, um indivíduo de carne e osso, que cria, planeja e escreve a história. Já o narrador é a voz que narra os acontecimentos, um ser fictício, mesmo que não faça parte, como personagem, da trama. Para ficar mais claro, imagine um romance policial de Agatha Christie (1890-1976), narrado por um narrador que apenas observa a história.

  • Ocorreu um crime no início da obra.
  • Caberá, portanto, ao detetive Hercule Poirot, e também ao leitor ou leitora, descobrir o culpado.
  • Se você acha que a voz que narra é da própria Agatha Christie, pode achar, também, que a história de fato aconteceu, e sua conclusão seria coerente, já que uma pessoa real está relatando os fatos, porém a voz que conta a história é tão fictícia quanto a própria história, o que permite à autora total liberdade de criação.
See also:  Quanto O Desconto Do Inss?

Portanto, o narrador, de acordo com seu foco narrativo, fará o direcionamento da história, pois o ponto de vista determina como o enredo deve ser estruturado, Assim, o narrador pode ser um participante dos acontecimentos ou apenas um intérprete dos fatos narrados, ser um narrador em primeira ou terceira pessoa, parcial ou imparcial, centrado nos fatos ou nos personagens, focado em seus pensamentos ou em suas ações.

Quem é o autor do texto do casamento de Emília?

Monteiro Lobato – O Casamento da Emília – Pé da Letra.

Qual a diferença de narrador é autor?

Autor e Narrador: Características que os divergem Posicionando-nos enquanto leitores, temos não só de estarmos atentos para a essência do enredo em si, mas também para algumas características inerentes ao gênero narrativo, propriamente dito. Nesse ínterim, equivale darmos uma atenção toda especial aos aspectos voltados para as diferenças que demarcam a questão do narrador e do autor, haja vista que a confusão que se estabelece entre esses dois elementos se dá como recorrente.

Assim, ao apreciarmos uma obra, torna-se de fundamental importância darmos credibilidade à autoria, haja vista que conhecer o autor é, sobretudo, familiarizar-se acerca dos posicionamentos por ele ocupados dentro da própria história. Contudo, temos de estar cientes de que pelo fato de ser ele a pessoa que escreve, não significa que ocupa, também, a posição de narrador.

Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Por essa razão, é sempre bom estarmos conscientes de que por mais que haja alguns traços de identidade entre eles, autor é uma pessoa e narrador se define como outro “ser”, ainda que se traduza como alguém imaginário.

Eis a grande diferença que a partir de agora irá demarcar seus conhecimentos acerca dos aspectos voltados para a leitura, sobretudo a literária. Por Vânia Duarte ​Graduada em Letras

: Autor e Narrador: Características que os divergem

O que é autor e narrador?

Foco narrativo – Uma história pode ser narrada de diferentes perspectivas, isto é, de distintos pontos de vista. O narrador pode fazer parte da trama e, assim, expor sua visão particular dos fatos, mas pode também estar de fora, apenas como um observador dos acontecimentos ou mesmo detentor de um conhecimento prévio acerca do enredo.

  1. Essas diferentes maneiras de narrar-se uma história chamamos de foco narrativo,
  2. Desse modo, a escolha do foco narrativo determina os rumos da narrativa,
  3. Assim, decidir que tipo de narrador fará o relato dos fatos é uma das primeiras preocupações do criador da obra, ou seja, o autor.
  4. Aliás, é importante ressaltar que autor e narrador são seres distintos.

O autor ou autora é um ser real, um indivíduo de carne e osso, que cria, planeja e escreve a história. Já o narrador é a voz que narra os acontecimentos, um ser fictício, mesmo que não faça parte, como personagem, da trama. Para ficar mais claro, imagine um romance policial de Agatha Christie (1890-1976), narrado por um narrador que apenas observa a história.

  • Ocorreu um crime no início da obra.
  • Caberá, portanto, ao detetive Hercule Poirot, e também ao leitor ou leitora, descobrir o culpado.
  • Se você acha que a voz que narra é da própria Agatha Christie, pode achar, também, que a história de fato aconteceu, e sua conclusão seria coerente, já que uma pessoa real está relatando os fatos, porém a voz que conta a história é tão fictícia quanto a própria história, o que permite à autora total liberdade de criação.

Portanto, o narrador, de acordo com seu foco narrativo, fará o direcionamento da história, pois o ponto de vista determina como o enredo deve ser estruturado, Assim, o narrador pode ser um participante dos acontecimentos ou apenas um intérprete dos fatos narrados, ser um narrador em primeira ou terceira pessoa, parcial ou imparcial, centrado nos fatos ou nos personagens, focado em seus pensamentos ou em suas ações.

Como identificar a fala do autor no texto?

O travessão é um sinal de pontuação usado para indicar o discurso direto ou para enfatizar trechos de textos.

Como falar de um autor no texto?

Como usar as citações diretas – A citação direta é a transcrição exata de um trecho completo da obra que está sendo consultada, ou seja, você traz para o seu texto as palavras que o autor consultado usou. É a transcrição mais literal possível. Para fazer essa citação, você deve copiar a fala do autor pela qual você se interessou, colocando ela entre aspas duplas pra deixar claro que a fala não é sua, e claro, referenciando o autor.

  1. A citação direta pode ser curta ou longa.
  2. A curta deve ser feita em até 3 linhas no máximo e incluída ao longo do texto.
  3. Veja dois exemplos de como usar a citação curta: Para Burke e Ornstein (1999, p.114): “Era fácil para a Igreja controlar um mundo iletrado, principalmente por meio de suas comunidades monásticas e bispos”.

Podemos considerar também que “Era fácil para a Igreja controlar um mundo iletrado, principalmente por meio de suas comunidades monásticas e bispos” (Burke e Ornstein, 1999, p.114) Já as citações diretas com mais de três linhas, são consideradas longas.

  1. Elas são escritas com fonte menor em comparação ao corpo do texto, sem aspas, com espaçamento simples entre as linhas e deverão estar em um “bloco” separado do texto por espaço duplo e devem ser destacadas com recuo de 4 centímetros da margem esquerda.
  2. Confira no exemplo: Paín (1985) define a aprendizagem da seguinte forma: () a aprendizagem é um processo dinâmico que determina uma mudança, com a particularidade de que o processo supõe um processamento da realidade e de que a mudança no sujeito é um aumento qualitativo em sua possibilidade de atuar sobre ela.

Sob o ponto de vista dinâmico a aprendizagem é o efeito do comportamento, o que se conserva como disposição mais econômica e equilibrada para responder a uma situação definida. 🔵 Leia também: Saiba quais são os cursos EAD que mais empregam

O que é autoria exemplos?

Significado de Autoria – substantivo feminino Condição de autor, da pessoa que compõe ou é responsável pela criação de alguma coisa: de quem é a autoria do livro? O que ocasiona, dá origem ou é responsável por alguma coisa: a prefeitura foi responsabilizada pela autoria da obra.